sábado, 12 de maio de 2012

Corações Negros

Saudações fieis leitores, hoje pretendo vos falar de um especial bem legal dos idos anos 90, sim houveram coisas boas em um período nebuloso para muitos, onde as trevas e a loucura editorial reinavam...O especial em questão foi aquele que uniu pela primeira vez os três maiores anti-heróis da Marvel na época (Justiceiro, Motoqueiro Fantasma e Wolverine), sim fiel leitor, a história em questão é a Corações Negros.






A história, escrita pelo mestre Howard Mackie (o camarada que apresnetou Danny Ketch ao público leitor e com ele o segundo Motoqueiro) e ilustrada por outro grande mestre, o John Romita Jr., a história começa com um ritual de invocação (sim, é um belo que começo) que termina por trazer a terra o filho de Mefisto, Coração Negro (não aquele troço afrescalhado e sem sal do filme). Que grande admirador do livre arbítrio da humanidade e percebendo-se privado dele por seu pai (assim como com receio de terminar por ser tornar como o próprio), em uma posição não maior do que a de um peão em um tabuleiro decide inciar uma cruzada contra ele,  buscando em seu caminho os mortais certos para auxiliá-lo em sua missão.

                                                    
   Eis Coração Negro, Filho de Mefisto


Nesse meio tempo, Danny Ketch, o segundo Motoqueiro Fantasma (e criação do próprio Mackie), chega a pequena cidade de Coroa de Cristo, hospeda-se em uma pequena pensão e se depara com mais duas figuras do Universo Marvel, Frank Castle (aka Justiceiro) e o Logan (ou Wolverine para os mais chegados). Os três foram levados até aquela cidade graças a um estranho bilhete anônimo que oferecia a cada um deles a chance de realizarem seus maiores desejos, a verdade sobre o Motoqueiro para Danny, o paradeiro de um dos cientista do Arma X para Logan e a localização de um dos assassinos da família de Frank para o Justiceiro. Ao cair da noite, o demônio aparace para cada um dos três anti heróis e lhes faz a mesma oferta, explicando que os escolheu devido a presença de uma "área cinza" no interior da alma de cada um deles que os permite serem mais brutais e agirem mais no limite do que qualquer outro heróis - um certo Coração das Trevas aludindo a obra de Conrad, o que o título original "Hearts Of Darkness"  notadamente o faz. Tendo sua oferta recusada o demônio se vê forçada a coagir os heróis para isso domina a cidade e rapta Lucy, a filha da dona da hospedaria, fugindo com ela para o topo do monte ele "nasceu" na moto do Motoqueiro, não sem antes derramar acidentalmente um pouco do sangue da criança em Danny.  O Justiceiro e Wolverine se unem e partem atrás do demônio na van do Justiceiro, enquanto Danny tenta encontrar uma moto pela cidade, sendo forçado a roubar uma moto, nesse instante o sangue Lucy inicia a transformação de Dan no Espírito da Vingança provando à ele de que não é a moto que o transforma, lançando mais um mistério a longa lista de mistérios envolvendos o Motoqueiro.


Justiceiro, Wolverine e Motoqueiro na famosa "Highway To Hell"


 Os dois anti-heróis chegam no morro e começam uma furiosa luta contra os espinhos que recobrem suas encostas quando o Motoqueiro Fantasma em sua nova motocicleta cruza furiosamente o terreno, abrindo caminho para que Wolverine e o Justiceiro se unam a festa. No topo da colina Coração Negro repete a oferta aos três heróis, e uma vez mais  tem sua oferta negada. Não tendo outra opção invoca uma horda de demônios para atrasar os heróis enquanto leva a pequena Lucy para o inferno, sendo seguido pelo Motoqueiro Fantasma. No inferno o Espírito da Vinança confronta o demônio para salvar a garotinha e é auxiliado por Wolverine e pelo Justiceiro. Derrubando o demônio, Logan e Frank levam Lucy embora enquanto o Motoqueiro fica para atravasar Coração Negro que se regenera e se prepara para   o segundo round. E é aí que Mefisto intervém. Ele observava seu filho e engendrara tudo aquilo para mostrar que  Coração Negro não era tão diferente dele próprio (quem puxa aos seus não degenera). Assim sendo, ele o aprisiona no Inferno e permite que o Motoqueiro parta dando uma promessa de que um dia irão se reencontrar. E assim, com uma interessante reflexão do Motoqueiro, termina a história.

Um final feliz...



Sinceramente,  Corações Negros nasceu como um caça niquéis, juntando três personagens bem populares do período em uma única revista, mas nem por isso deixa de ter uma boa história. A forma como Howard Mackie trabalha o roteiro e apresenta algumas reflexões, como o conflito entre pais e filhos, a tentativa de se escapar do próprio destino (de maneira bem simples, mas ainda assim interessante), e sem deixar a história muito presa a cronologia de qualquer um dos quatro astros da história é sensacional. Falar da arte do Romita Jr. é como chover no molhado ele desenhou páginas que ficaram marcadas na memória de muitos fãs, e aqui também não é diferente, as cenas do "nascimento" de Coração Negro, a transformação de Danny no Motoqueiro, a batalha contra os espinhos e a batalha no Inferno são de tirar o fôlego.
   Eu admito que sou suspeito para falar sobre essa história porque foi a primeira HQ que eu li inteira nos meus primórdios de leitor de quadrinhos, creio que a segunda também foi do Motoca, o que ajuda a explicar em parte meu gosto pelo personagem. Mas deixando as divagações de lado, Corações Negros é uma ótima história, seja para o nerd ou para o civil.


Pois é fies leitores, esse foi mais um comentário de seu nobre amigo nerd sobre uma HQ, e para aqueles que sentem falta ou saudades da arte do Romita vou deixar um brinde aqui procês. Inté a próxima pessoal!