sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Gravidade – Resenha Crítica

Seguindo a lista de indicados a melhor filme no Oscar 2014, assisti nesta tarde um espetáculo de gráficos, Gravidade apostou em dois grandes astros renomados e de resto, cortou o elenco e proporcionou belas imagens do espaço sideral. Sandra Bullock protagoniza uma hora e meia de filme, enquanto George Clooney faz o que eu chamo de uma ponta de luxo, porque o foco é mesmo de Sandra. De resto, temos uma pequena participação de Paul Sharma, que morre muito rapidamente por conta de detritos, a direção é de Alfonso Cuarón, o mexicano realmente não gastou tanto com elenco.
Sandra Bullock protagoniza cenas sensacionais em Gravidade. (Divulgação)

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

O Lobo de Wall Street – Resenha Crítica

Olá, fãs do cinema! Hoje venho aqui escrever sobre a quinta parceria de Martin Scorsese e Leonardo Di Caprio, parece que, enfim, o grande ator vai conquistar seu primeiro Oscar, sim, estou falando de O Lobo de Wall Street.  Scorsese é definitivamente o cara, após fazer o sensacional Hugo Cabret, ele volta as telonas com um filme bem mais pesado, com um tema completamente diferente, deixando para trás os gráficos excepcionais e a temática singela do filme do menino parisiense. Em Wall Street, dessa vez, não temos Michael Douglas como o fantástico Gordon Gekko, mas a menção ao mito é honrada no longa.
Mais um grande sucesso da dupla Di Caprio e Scorsese. (Divulgação)

domingo, 26 de janeiro de 2014

Arrow – 1° Temporada – Resenha Crítica

Amigos, companheiros da Sala Reclusa! Aqui estou para a crítica de mais um sucesso das telas americanas, dessa vez, não escreverei sobre um longa-metragem, e sim sobre uma série que conta a história de um dos heróis mais fantásticos da DC, o Arqueiro Verde. A primeira temporada é sensacional do início ao fim, deixando um suspense e mistério que só são revelados no seu vigésimo terceiro episódio, o último da temporada. A série foi lançada em outubro de 2012 e ficou bastante famosa por sacramentar o sucesso do canadense Stephen Amell, que encarnou o papel de Arrow e atraiu milhões de fãs, além do sucesso na crítica.
De Oliver Queen para Arqueiro Verde, a série é sensacional! (Divulgação)

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

10 Histórias - Edgar Allan Poe

Saudações, fieis leitores! Em vista ao aniversário de 205 anos do nascimento do mestre Edgar Allan Poe (19/01), é com grande orgulho que nós, da Sala Reclusa, dedicamos esta humildade postagem elegendo, na opinião deste que vos escreve, os 10 melhores contos do renomado escritor norte-americano. Então, sem mais delongas, aqui vamos nós!

P.S:Caso vocês já tenham lido os contos da lista, ótimo! Caso contrário, recomendo que os leiam antes de ler isto aqui. Não é que vá ter spoilers, mas nunca se sabe....



  10 Histórias


Edgar Allan Poe



quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Cassino Royale (Livro) - Resenha

Saudações, fieis leitores! Retornando efetivamente ao meu posto neste humilde espaço virtual, trago até vocês o livro de estreia do famoso agente com licença para matar. Então, sem mais delongas, vamos ao que interessa:



segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Quando Explode a Vingança – Resenha Crítica

*Escrito por Lucas Freitas.

Saudações, fieis leitores! Antes de qualquer coisa gostaria de desejar a todos um feliz 2014. Agora, deixando de lado as formalidades, vamos falar sobre negócios, mais precisamente sobre um dos filmes menos considerados do mestre Sergio Leone.
(Divulgação)

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Carrie: A Estranha – Resenha Crítica

Salve, salve companheiros da Sala Reclusa, já estamos em 2014 e, hoje, estamos de volta ao trabalho de resenhar os grandes sucessos que estão no ar nos cinemas de todo o planeta. Para começar o ano com o pé direito, baixei uma série de filmes para poder escrever um pouco, alguns por indicação, outros por pura curiosidade, contudo, estreio em 2014 com o remake de Carrie: A Estranha. O filme foi dirigido por Kimberly Peirce, americana de 46 anos com poucos trabalhos no currículo, no elenco, os destaques vão para a falta de brilho da fofíssima e bela Chloë Grace Moretz (A Invenção de Hugo Cabret) e as boas atuações de Julianne Moore (Parque dos Dinossauros) e Judy Greer (Two and a Half Man).
Boa história para pouco filme. (Divulgação)