segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Momento Cultural Lugar Comum

Saudações fieis leitores! Voltando agora depois de nossa programação especial de Halloween, venho até vocês para mostrar que nosso humilde blog também é lugar de uma "cultura" mais "útil", então para a postagem de hoje, comecemos com um poeminha, sim?

"Remember, remember, the 5th of November
The Gunpowder, treason and plot
I know of no reason, why the gundpowder treason
Should ever be forgot."

E, numa tradução bem livre e amadora:

Lembrai, Lembrai, do cinco de Novembro
A pólvora, a traição o ardil
Eu não vejo motivo para que tal traição
Jamais venha a se esquecer


Creio que, a esta altura, aqueles de vocês que já leram ou viram V de Vingança devem fazer uma ideia sobre o que vem a seguir, para aqueles que nem sequer imaginam o que vem aí, eu orgulhosamente vos apresento:



A Conspiração da Pólvora


Guy Fawkes


Antes de falarmos da Conspiração propriamente dita, vamos para um rápido panorama da época. O ano é 1603, Elizabeth Tudor, a Rainha Virgem, morre em seu palácio de Richmond, em Surrey, deixando o trono real inglês "vago". Sem ter deixados herdeiros, a saída encontrada pelo Parlamente é convocar seu parente mais próximo o rei da Escócia Jaime IV que vem à assumir o trono inglês sob o título de Jaime I. E aí os problemas começam. Ensinado na fina arte absolutista da política, Jaime I entrou em uma série de conflitos muitas vezes com o Parlamento, algo que seu filho Carlos I também iria herdar e que causaria a Revolução Puritana e passou a adotar o anglicanismo - mesmo que ele próprio fosse católico - para poder "ampliar" seus poderes..E aqui, se me permitem, vou fazer uma pequena viagem...
A Inglaterra, desde o governo de Henrique VIII, deixou o catolicismo e aderiu ao anglicanismo, o motivo foi bem simples e aqui vai a viagem: Henrique VIII estava insatisfeito com sua esposa, Catarina de Aragão, pois esta não havia conseguido lhe dar filhos homens - os terrenos da Igreja Católica também contavam. Então, ele solicitou um divórcio ao papa Clemente VII, que não foi aceito e levou à um rompimento entre a Coroa Inglesa e a Igreja. Henrique então criou sua versão do catolicismo onde o divórcio era permitido e o rei era o chefe religiosos, assim nasceu o anglicanismo na Inglaterra. Então, o anglicanismo passou a ser a religião oficial de seu governo para frente, com a exceção de alguns raros momentos.
Mas voltando ao ponto, Jaime I era um absolutista anglicano que começou a adotar políticas que reforçavam um tratamento desigual para pessoas de diferentes religiões, algo que afetou em muito os 
católicos do país. Até que um dia veio a gota d´água veio quando o soberano resolveu proclamar sua filha de 9 anos chefe de estado. Para reverter a situação, um grupo de católicos bolou um plano ousado: explodir o Parlamento - e com isso matar o rei e a maioria da aristocracia anglicana - e raptar sua filha e ensiná-la nas tradições católicas. Guy Fawkes foi o encarregado de colocar os barris de pólvora sob o Parlamento e explodí-los, mas, devido à um informante, Fawkes foi preso e torturado tendo por fim revelado seus companheiros que foram presos e executados assim como ele.

Creio que não preciso dizer que a história não terminou por aí, não é? Fora as várias referências ao fato na cultura pop, como é o Caso de V de Vingança, o 5 de Novembro é marcado como o dia em que a conspiração foi desbaratada e a população inglesa tem o costume de fazer fogueiras e malhar o boneco de Fawkes - assim como o nosso Judas. Outra medida que perdura até hoje é que o subterrâneo do Parlamento sempre é verificado toda vez que a Rainha (ou Rei) passa por lá.



Pois é pessoal, esse é o Lugar Comum sendo útil para a sociedade! Espero que tenham gostado e se notarem qualquer erro ou inconsistência - ou até mesmo se gostaram -, pelo Amor de Deus, me avisem!