terça-feira, 1 de junho de 2010

Evil Dead:A Fistful Of Boomstick

Bom, como primeira análise vou falar sobre um bom jogo para PS2 baseado na série Evil Dead (conhecida, no Brasil, como Uma Noite Alucinante a partir do segundo filme). Essa vai ser minha primeira análise de um jogo, então qualquer dica de como melhorar será muito bem vinda, sem mais delongas aqui vamos nós:

Evil Dead:A Fistful Of Boomstick (PS2)

Photobucket

Ficha:
Produtora:VIS Entertainment
Distribuidora:THQ
Gênero:Ação
Data de lançamento:2o de Maio de 2003
Outras versões disponíveis:X-Box


História:
Como já disse, esse jogo foi baseado na série Evil Dead (dirigida pelo Sam Raimi, é, esse mesmo que dirigiu os 3 filmes do Homem-Aranha.), para quem não conhece não vou tentar fazer uma introdução porque sou péssimo nisso e posso acabar falando demais e estragando o filme. Tudo o que vocês precisam saber é que o herói da série, Ash (Bruce Campbell) luta contra os Deadites (zumbis invocados pelo Necronomicon) armado com uma calibre doze de cano serrado e uma motoserra na mão direita.
No jogo Ash (dublado pelo Bruce Campbell) armado de sua fiel doze e motoserra precisa enfrentar mais uma vez os Deadites libertados através da leitura do Necronomicon Ex Mortis (ou simplesmente livros dos mortos), só que desta vez o livro foi lido em uma rede de TV e transmitido para toda a cidade de Dearborn, o que termina por transformar basicamente quase todos os habitantes da cidade em zumbis.

Jogabilidade:
O jogo possui uma boa jogabilidade, apesar de que em certos momentos você possa ter uma certa dificuldade em realizar combos (leia-se empalar zumbis na motossera), mas com um pouco de prática tudo se resolve. O jogo em alguns momentos se torna bastante repetitivo tanto nas lutas, (os inimigos também não são lá muito inteligentes só se tornam um problema quando estiverem em grandes grupos. Já os chefes do jogo são os oponentes mais interessantes de todo o jogo.), ou nos objetivos (depois de um certo tempo se torna casativo ir do ponto A para o B depois voltar para o A e ir pro C.). Também há a presença de alguns pequenos quebra-cabeças, mas nada muito complicado. Outro ponot ruim é o fato de alguns cenários serem escuros ao ponto de não se conseguir enxergar muito bem o caminho.
O sistema de combate é bom apesar de ser um pouco limitado no que se diz respeito à combos (o melhor é empalar o inimigo na motoserra), além da motoserra, a calibre doze (carinhosamente batizada de pau de fogo) também se fazem presente no jogo, ao decorrer dele você vai conseguindo mais armas e também feitiços para auxiliar no serviço.

Photobucket

Gráficos:
Definitivamente é um dos pontos mais fracos do jogo, Ash ganhou uma modelagem muito boa, tão boa que gera uma sensação de estranheza quando comparado a outros personagens durante o jogo. As animações entre fases são muito bem feitas.

Som:
Trilha sonora muito boa (apesar de um pouco repetitiva) os sons dos tiros e da serra ficaram ótimos, sem falar na dublagem do Bruce Campbell.

Geral:A Fistful Of Boomstick é um ótimo jogo para PS2 apesar de possuir uma série de pequenos defeitos (boa parte deles resolvidos no Evil Dead Regeneration, que fica para uma próxima análise) isso não chega a afetar muito o jogo. O modo história é muito curto, mas há um modo de desafio que pode ser desbloqueado ao longo do jogo o que aumenta a vida útil do jogo (todos os extras são desbloqueados ao longo do modo história).

Nota:7,8 (de 10) - Bom.


Pois é, essa foi minha primeira análise, por favor comentem.