segunda-feira, 2 de abril de 2012

Cenas Marcantes dos Quadrinhos II

 Saudações fieis leitores, após um pequeno sumiço por motivos de vida profana, volto com a sessão mais nova do blog, na primeira parte vimos a cena do ressurgimento do Demolidor após sua queda, e já que o assunto é quedas por que não....


 O clássico momento em que Bane quebra a coluna do Batman, marcando o fim da primeira (e melhor) parte da Queda do Morcego.A cena em questão se passa na Batman #497, publicada em Julho de 1993, com arte do mestre Jim Aparo e Dick Giordano. Após esse confronto com Bane, o manto do morcego é passado para Jean Paul-Valley, o primeiro Azrael. Apesar de ter tido um declínio na qualidade depois da derrota de Bruce Wayne, a saga é sem dúvida uma das mais importantes da história do morcego, talvez por mostrar que o Batman era humano e que assim como qualquer outro poderia ser derrotado. A série assim como A Morte do Super-Homem, foi feita em um período em que a DC precisava recuperar mercado e atrair novos leitores para isso resolveu dar uma "mudada" em alguns dos seus principais heróis (como até hoje ainda acontece), assim, Batman foi para  a cadeira de rodas, o Super-Homem morreu em combate com o apocalipse e Hal Jordan, o Lanterna Verde, surta e mata a Tropa dos Lanternas (se transformado assim em Parallax, mas isso é história para outro dia). Apesar de ter tido um declínio na qualidade depois da derrota de Bruce Wayne, a saga é sem dúvida uma das mais importantes da história do morcego, talvez por mostrar que o Batman era humano e que assim como qualquer outro poderia ser derrotado.
      Moral da História: Quer ganhar dinheiro fácil no mercado das HQs? Faça alguma grande saga para algum personagem, se ele terminar morto, melhor ainda!